Sexta, 06 Setembro 2013 09:53    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Odemira quer ser “concelho de excelência” para caça ao javali, veado e corço
Avaliação: / 1
FracoBom 

Odemira quer ser “concelho de excelência” para caça ao javali, veado e corço - Portugal

Dizem que na Europa os países são do 1º mundo por causa do seu desenvolvimento econômico e social, não é mesmo? mas, quando vemos touradas, festas em que se torturam animais e organizações governamentais explorando a caça, me dá vontade de sumir..... é para lá que caminhamos? deve ser, porque aqui no Brasil, com a liberação da caça ao javali, já temos grande baixa na nossa fauna silvestre.... Jesus amado, uma hecatombe viria muito bem, viu?
___________________________
(redação fiel a fonte)
A Câmara Municipal de Odemira pretende ter, dentro de alguns anos, um “concelho de excelência” para a caça ao javali, veado e corço, como forma de promover o turismo no território fora dos meses de verão. 

No concelho alentejano têm sido caçados, em média, entre 1.000 e 1.500 javalis por ano, “cerca de um terço do que é abatido a nível nacional”, fazendo deste animal a “peça rainha” da caça na região, disse hoje à agência Lusa o vice-presidente do município, Hélder Guerreiro. 

A “aposta” da câmara passa agora por aumentar a população de veados e reintroduzir o corço no 
território, que se encontra, segundo o autarca, praticamente todo organizado em reservas de caça, sobretudo associativas e municipais, mas também turísticas. 

Já existem “alguns veados” no concelho, por via de um “repovoamento feito a partir do Algarve”, explicou Hélder Guerreiro. 

Quanto ao corço, a câmara está a desenvolver um projeto, em parceria com a Universidade de Aveiro e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), para reintroduzir, “com inteligência”, a espécie no concelho. 

Há “um forte interesse pela caça” em Odemira, demonstrado pela existência de quase 80 associações ou entidades ligadas à atividade no concelho, sustentou o autarca. 

De acordo com o vice-presidente do município, cada caçada ao javali envolve entre 100 e 200 pessoas, mas “uma boa parte delas” acaba por deixar o local ao final do dia, fazendo com que a atividade turística ligada à caça seja “incipiente”. 

No entanto, o autarca reconhece que “há aqui um grande potencial económico”, pelo que a autarquia tem estado a trabalhar, em conjunto com as associações do setor, para apontar “os holofotes” para Odemira. 

A estratégia consiste em “conjugar” os recursos naturais do concelho, o investimento na povoação do território com os “melhores troféus” de caça maior, em detrimento de espécies como a lebre, o coelho ou a perdiz, e a oferta turística já existente. 

“Pretendemos que as pessoas para cá venham, que fiquem durante algum tempo e que tragam a família, num período que não é a época alta”, realçou Hélder Guerreiro. 

Uma das iniciativas da câmara para valorizar a atividade cinegética consiste na Feira da Caça Maior do Concelho de Odemira, que conhece, entre 30 de agosto e 01 de setembro, a sua segunda edição. 

O certame, organizado em parceria com 10 associações de caçadores do concelho, decorre na localidade de São Teotónio, no recinto da Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira (FACECO). 

Vão estar presentes cerca de 50 expositores de empresas e associações do setor, entre os quais, pelo menos, dois armeiros, avançou Hélder Guerreiro. 

Há ainda exposição de cães de matilha e de troféus, demonstrações de caça com cães de parar e de falcoaria/cetraria, corrida de galgos, concurso de podengos, momentos de debate, gastronomia e animação musical.

FONTE: http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=138871


 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.