Segunda, 12 Outubro 2009 02:00    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
PS recupera maioria no distrito com conquista de Aljustrel e Beja à CDU
Avaliação: / 0
FracoBom 
http://1.bp.blogspot.com/_Ys1ESkgNDBQ/SO0uJnrf9dI/AAAAAAAADog/9LoOT8cT9gc/s400/camaraBeja.jpg
Autárquicas/Beja

Beja- PS recupera maioria no distrito com conquista de Aljustrel e Beja à CDU

Ontem

O PS recuperou domingo o título de força política maioritária no Baixo Alentejo, após conquistar dois bastiões comunistas da região, as câmaras da capital de distrito, Beja, e de Aljustrel, mantendo outras cinco que já liderava.

Historicamente, a CDU sempre dominou os destinos políticos do distrito de Beja, mas em 2001 o PS "pintou" de rosa metade dos 14 municípios, relegando os comunistas para o segundo lugar, que passaram a liderar cinco.

Em 2005 os socialistas voltaram a ser ultrapassados pela CDU, mas nas eleições autarquias de domingo recuperaram o "primeiro lugar do pódio", com a liderança de sete câmaras.

O bom "score" eleitoral do PS foi obtido à custa da CDU, já que os socialistas conquistaram as câmaras de Aljustrel e Beja, acabando com o domínio comunista nestas duas autarquias que o PCP liderava há 33 anos, desde Dezembro de 1976, quando se realizaram as primeiras eleições autárquicas após a Revolução dos Cravos de 25 Abril de 1974.

O figurino do executivo da câmara da capital de distrito, na qual os socialistas depositavam grandes esperanças, mudou substancialmente, passando o PS a ter maioria absoluta, com quatro eleitos, enquanto a CDU fica com três, tendo o PSD perdido o único vereador que detinha.

Além de conquistar Aljustrel e Beja, o PS manteve a liderança e continua à frente dos destinos das Câmaras de Cuba, Ferreira do Alentejo, Mértola, Ourique e Odemira.

Apesar de ter perdido Aljustrel e Beja, a CDU manteve os outros dois "bastiões" comunistas no Baixo Alentejo, Castro Verde e Serpa, além de Barrancos, Moura e Vidigueira.

A CDU conquistou também a Câmara de Alvito, que o PS tinha perdido em 2005 para João Paulo Trindade, eleito pelo Movimento Independente e que não se recandidatou.

Já o PSD, que apostou "forte" no regresso do antigo autarca José Raul dos Santos, não conseguiu recuperar a Câmara de Ourique, que tinha perdido para o PS em 2005, mantendo apenas a autarquia de Almodôvar, com a reeleição de António Sebastião.



Posted: 2009-10-12 01:00:00

DN


Beja: PS recupera maioria no distrito com conquista de Aljustrel e Beja à CDU

12-out-2009
distrito_de_beja.jpgO PS recuperou domingo o título de força política maioritária no Baixo Alentejo, após conquistar dois bastiões comunistas da região, as câmaras da capital de distrito, Beja, e de Aljustrel, mantendo outras cinco que já liderava. Historicamente, a CDU sempre dominou os destinos políticos do distrito de Beja, mas em 2001 o PS "pintou" de rosa metade dos 14 municípios, relegando os comunistas para o segundo lugar, que passaram a liderar cinco. Em 2005 os socialistas voltaram a ser ultrapassados pela CDU, mas nas eleições autarquias de domingo recuperaram o "primeiro lugar do pódio", com a liderança de sete câmaras. O bom "score" eleitoral do PS foi obtido à custa da CDU, já que os socialistas conquistaram as câmaras de Aljustrel e Beja, acabando com o domínio comunista nestas duas autarquias que o PCP liderava há 33 anos, desde Dezembro de 1976, quando se realizaram as primeiras eleições autárquicas após a Revolução dos Cravos de 25 Abril de 1974. O figurino do executivo da câmara da capital de distrito, na qual os socialistas depositavam grandes esperanças, mudou substancialmente, passando o PS a ter maioria absoluta, com quatro eleitos, enquanto a CDU fica com três, tendo o PSD perdido o único vereador que detinha. Além de conquistar Aljustrel e Beja, o PS manteve a liderança e continua à frente dos destinos das Câmaras de Cuba, Ferreira do Alentejo, Mértola, Ourique e Odemira. Apesar de ter perdido Aljustrel e Beja, a CDU manteve os outros dois "bastiões" comunistas no Baixo Alentejo, Castro Verde e Serpa, além de Barrancos, Moura e Vidigueira. A CDU conquistou também a Câmara de Alvito, que o PS tinha perdido em 2005 para João Paulo Trindade, eleito pelo Movimento Independente e que não se recandidatou. Já o PSD, que apostou "forte" no regresso do antigo autarca José Raul dos Santos, não conseguiu recuperar a Câmara de Ourique, que tinha perdido para o PS em 2005, mantendo apenas a autarquia de Almodôvar, com a reeleição de António Sebastião.

 

diana fm


 

 

segunda-feira, 12 de outubro de 2009 - 08h24
Socialistas conquistam vitórias históricas em Beja e Aljustrel

 

O PS recuperou domingo o título de força política maioritária no Baixo Alentejo, após conquistar dois bastiões comunistas da região, as câmaras da capital de distrito, Beja, e de Aljustrel, mantendo outras cinco que já liderava.
Historicamente, a CDU sempre dominou os destinos políticos do distrito de Beja, mas em 2001 o PS "pintou" de rosa metade dos 14 municípios, relegando os comunistas para o segundo lugar, que passaram a liderar cinco.
Em 2005 os socialistas voltaram a ser ultrapassados pela CDU, mas nas eleições autarquias de domingo recuperaram o "primeiro lugar do pódio", com a liderança de sete câmaras.
O bom "score" eleitoral do PS foi obtido à custa da CDU, já que os socialistas conquistaram as câmaras de Aljustrel e Beja, acabando com o domínio comunista nestas duas autarquias que o PCP liderava há 33 anos, desde Dezembro de 1976, quando se realizaram as primeiras eleições autárquicas após a Revolução dos Cravos de 25 Abril de 1974.
O figurino do executivo da câmara da capital de distrito, na qual os socialistas depositavam grandes esperanças, mudou substancialmente, passando o PS a ter maioria absoluta, com quatro eleitos, enquanto a CDU fica com três, tendo o PSD perdido o único vereador que detinha.
Além de conquistar Aljustrel e Beja, o PS manteve a liderança e continua à frente dos destinos das Câmaras de Cuba, Ferreira do Alentejo, Mértola, Ourique e Odemira.
Apesar de ter perdido Aljustrel e Beja, a CDU manteve os outros dois "bastiões" comunistas no Baixo Alentejo, Castro Verde e Serpa, além de Barrancos, Moura e Vidigueira.
A CDU conquistou também a Câmara de Alvito, que o PS tinha perdido em 2005 para João Paulo Trindade, eleito pelo Movimento Independente e que não se recandidatou.
Já o PSD, que apostou "forte" no regresso do antigo autarca José Raul dos Santos, não conseguiu recuperar a Câmara de Ourique, que tinha perdido para o PS em 2005, mantendo apenas a autarquia de Almodôvar, com a reeleição de António Sebastião.


segunda-feira, 12 de outubro de 2009 - 08h24
correio o alentejo


Autárquias de Alcácer, Grândola, Santiago do Cacém e Odemira mantém cor politica

Pubicado em 12 October 2009

Autárquicas 2009 – Santiago do Cacém

vitor proença1“Quero agradecer aos votantes da CDU que nos proporcionaram esta esmagadora vitória”, são palavras de Vítor Proença na noite em que foram conhecidos os resultados que reforçam a votação da CDU no concelho.
O autarca agora reeleito classifica de muito significativa a vitória obtida, recordando que nem o acordo tácito em algumas freguesias ensombraram os resultados reforçados em quase todas as freguesias.
“Hoje é dia de comemorar mas amanhã voltamos ao trabalho intenso e coeso”, concluiu Vítor Proença na sede de campanha, rodeado por candidatos eleitos, apoiantes e simpatizantes que seguiram em caravana pelo concelho.
Somente Ermidas Sado voltou a fugir  fugiu às mãos da CDU, já que o Ps voltou a conquistar aquela freguesia.

Autárquicas 2009 – Alcácer do Sal

pedroparedes_JTPedro Paredes, presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, foi reeleito com 45% dos votos, e conseguiu novamente maioria absoluta para o PS. A CDU alcançou 43,62% ficando assim com três vereadores de um total de 7.
O executivo fica assim composto por Pedro Paredes, Hélder Serafim, Isabel Vicente e Gabriel Geraldo, do PS; e António Balona, Ana Chaves e Manuel Vítor, da CDU.
Para a Assembleia Municipal, a lista do PS venceu por 5 votos e consegue 10 deputados. Segue-se a CDU com 3240 votos e 9 deputados eleitos. Bloco de Esquerda e PSD são também representados na Assembleia com um deputado de cada partido.
Já nas Juntas de Freguesia, o PS garantiu a presidência de Santiago e do Torrão, onde reforçou a votação, enquanto a CDU ganhou na Comporta, São Martinho, Santa Susana e Santa Maria do Castelo, esta última antes nas mãos dos socialistas.
Décio Fava mantém-se desta forma à frente da Freguesia do Torrão, enquanto que Rita Rito é a nova presidente da Junta de Santiago. Na Comporta, Maria José Martins continua a ser a presidente, mas nas restantes juntas temos caras novas. Em Santa Maria do Castelo o presidente eleito é José Passos; em São Martinho e Santa Susana os novos presidentes são, respectivamente, Albino Francisquinho e Paulo Jacinto.

Autárquicas 2009 – Grândola

carlos beatoCarlos Beato foi eleito para um segundo mandato à frente da Câmara Municipal de Grândola.
Carlos Beato reforçou a votação e obteve em Grândola uma maioria absoluta alcançando os 55 por cento de votos sendo seguido da CDU com 33,45%.
Já na Assembleia Municipal, o PS obteve 48,08% ,11 mandatos, e a segunda força politica a CDU 36,62%, 9 mandatos, e o PSD 7,83% 1 mandato.

Autárquicas 2009 – Odemira

pres odemiraEm Odemira a votação de domingo também não trouxe muitas novidades. O Partido Socialista venceu mais uma vez com 46, 57%  da votação, seguido da CDU com 34,39%.

José Alberto Guerreiro, até aqui vereador daquela autarquia é eleito para liderar um dos maiores municípios, em extensão, do país.

Alentejo Magazine com Agência Lusa

Noticia publicada por:

Alentejo Magazine.

 



Tags: que  cdu  com  beja  aljustrel  dos  alentejo  para    câmaras  distrito  perdido  socialistas  câmara  comunistas  mas  psd  autárquicas  conquistar  domingo  
Actualizado em ( Terça, 13 Outubro 2009 20:01 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.