Segunda, 09 Março 2009 10:20    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Populações de Vale Santiago e S. Martinho das Amoreiras querem ser atendidas no hospital de Beja
Avaliação: / 1
FracoBom 
segunda-feira, 09 de março de 2009 - 09h20
Populações de Vale Santiago e S. Martinho das Amoreiras querem ser atendidas no hospital de Beja

As populações das freguesias de São Martinho das Amoreiras e de Vale de Santiago, ambas no concelho de Odemira, querem ser atendidas no hospital de Beja e não em Santiago do Cacém, no Hospital do Litoral Alentejano (HLA). A reivindicação já deu azo a um abaixo-assinado, sem destinatário e com mais de duas centenas de assinaturas, onde os subscritores denunciam o facto de “não haver qualquer transporte para o HLA, o que leva a que muitos utentes deixem de ir às consultas”.
Esta situação ocorre desde o último trimestre de 2008, aquando da criação da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba), que congrega o Centro Hospitalar do Baixo Alentejo (hospitais de Beja e Serpa) aos centros da saúde da região, com excepção do de Odemira. À luz destas alterações orgânicas, os doentes do concelho odemirense são agora encaminhados para Santiago do Cacém.
Está é uma mudança que, na opinião do presidente da Junta de Freguesia de São Martinho das Amoreiras, causa muitos transtornos à população, sobretudo os mais idosos. “Para quem tem transporte próprio, tudo bem. Mas para quem não tem torna-se muito dispendioso”, explica ao “CA” Mário Páscoa, também ele um dos subscritores do abaixo-assinado.
Posição contrária tem o presidente da Junta de Vale de Santiago, que julga “não fazer sentido” aquilo que é defendido no abaixo-assinado. “Não sei quem teve essa ideia [de promover um abaixo-assinado], mas dá-me impressão que foram apenas meia dúzia as pessoas que o assinaram. E algumas induzidas em erro”, acrescenta Carlos Cortez.

Abertura. Confrontado com as reivindicações que as populações das freguesias de São Martinho das Amoreiras e de Vale de Santiago apresentam no abaixo-assinado, o presidente do conselho de administração da Ulsba garantiu ao “CA” uma “total e completa” abertura para a resolução do problema.
“Estamos, neste momento, em negociações com a própria Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, uma vez que no concelho de Odemira, que não integra a Ulsba, cerca de dois terços das suas localidades ficam mais perto de Beja do que do Litoral Alentejano”, revela Rui Sousa Santos, lembrando que a unidade bejense possui “áreas de especialidade hospitalar” em que o HLA não tem capacidade de “resposta”.
“Ter-se-á que encontrar um ponto de equilíbrio que nos permita resolver essas situações e isso está a ser negociado com a ARS”, complementa Sousa Santos, para quem, em matérias como esta, a “geografia dos concelhos não tem de ser seguida taxativamente”. “Temos de atender, sobretudo, os interesses das populações. E é isso que está a ser negociado com a ARS”, conclui.


segunda-feira, 09 de março de 2009 - 09h20
 
CORREIO ALENTEJO
Posted: 2009-03-09 09:20:00

Tags: que  das  santiago  não  ser  com  para  beja  vale  amoreiras  populações  hospital  martinho  abaixo  assinado  tem  são  alentejo  quem  querem  
Actualizado em ( Sexta, 17 Abril 2009 20:35 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.