Sexta, 11 Fevereiro 2011 18:42    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Secretário de Estado diz que Plano da Costa Vicentina envolveu mais reuniões do que qualquer outro
Avaliação: / 0
FracoBom 
328839_EVR HumRosa 051125.jpg.JPG
Foto: Enric Vives-Rubio
"Estou convencido que a questão urbanística explica a atitude de rejeição do plano de ordenamento", concluiu Humberto Rosa.

 

Secretário de Estado diz que Plano da Costa Vicentina envolveu mais reuniões do que qualquer outro
11.02.2011
Lusa

O secretário de Estado do Ambiente assegurou hoje que o Plano de Ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina envolveu mais reuniões do que qualquer outro no país, explicando a rejeição dos autarcas com a questão urbanística.

"Desde que aqui estou já aprovámos 15 planos de ordenamento de áreas protegidas. Posso garantir que para nenhum houve tanta articulação, tanta reunião, com os municípios como para este", disse à agência Lusa Humberto Rosa que salientou estar o seu cargo à disposição do primeiro-ministro e da ministra do Ambiente.

Por outro lado, "nunca, para nenhum plano de ordenamento, foi facultado aos municípios, como aliás a qualquer entidade fora do Governo, a versão que vai para processo legislativo" que é sigilosa, realçou.

Humberto Rosa responde assim a várias críticas dos presidentes das câmaras de Vila do Bispo, Aljezur, Odemira e Sines, abrangidas pelo Plano, que têm sido transmitidas desde a publicação em Diário da República a 04 de Fevereiro. Estes autarcas exigiram a revogação do Plano e anunciaram que vão recorrer aos tribunais.

Os presidentes daquelas câmaras pediram mesmo a demissão do secretário de Estado do Ambiente, a quem acusam de ser o “verdadeiro obreiro” e protagonista de “toda esta trapalhada”, apontando igualmente o dedo à ministra, Dulce Pássaro, por não estar “de boa fé” neste processo.

Para os autarcas, o Ministério do Ambiente fez aprovar o plano sem que tivesse dado “conhecimento atempado” da versão final do documento aos municípios.

Humberto Rosa disse hoje ter reunido 38 vezes com aqueles municípios e algumas vezes com organizações de pescadores.

Numa reunião de 25 de Novembro, com os municípios de Vila do Bispo, Odemira e Aljezur, "pude dizer taxativamente quais os pontos remanescentes que acatávamos, quais os que não acatávamos e referi ainda a pressa que o Governo tinha em aprovar o plano de ordenamento", relatou Humberto Rosa.

É que as medidas preventivas em vigor que incidiam sobre loteamentos ilegais em Vila do Bispo e Aljezur caducavam a 10 de Fevereiro, explicou.

Acerca da não aceitação de sugestões das câmaras para o Plano, o secretário de Estado referiu que "foram acatadas muitíssimas ao longo deste processo de interacção, nomeadamente as primeiras versões técnicas não contemplavam loteamentos fora dos perímetros urbanos nem empreendimentos turísticos e achamos razoável contemplá-los em certas condições".

Entre as reivindicações não aceites, o governante, apontou "os índices de urbanismo maiores, deixar mais capacidade construtiva fora dos perímetros urbanos".

Também "não foi acatada a reivindicação que, pelo menos, Aljezur fazia de que não vigorasse a chamada zona costeira", área em que a construção é mais condicionada, acrescentou.

"Estou convencido, pois, que essa questão urbanística explica vastamente a atitude de rejeição do plano de ordenamento", concluiu Humberto Rosa.

 

Publico


Posted: 2011-02-11 17:42:00

pescador ludico jose disse...

IMOBILIARIAS, PARTIDOS POLITICOS, TAXOS NAO PERCEBO NADA... PRECEBO DE PESCA MAIS QUE SUFICIENTE PARA DIZER QUE ISTO É UMA VERGONHA, VAMOS VER AS PORTARIAS QUANDO FOREM ALTERADAS... - O UNICO DEFESO NO MUNDO DO SARGO APENAS PARA OS PESCADORES LUDICOS - NÃO PODEMOS PESCAR A NOITE AS MOREIAS E OS SAFIOS NAS ROCHAS ENTAO VAMOS APANHA-LOS NA AREIA? - AS QUARTAS FEIRAS NAO PODEMOS IR A PESCA MAS PAGAMOS UMA LICENCA IGUAL AO DO RESTO DOS PESCADORES DE PORTUGAL - NAO ACHO CORRECTO QUE APENAS NOS TENHAMOS A HIPOTESE DE APANHAR MARISCO MESMO QUE SEJA UM KG QUE NAO DA PARA MATAR A FOME A UMA CRIANÇA, TODOS OS PORTUGUESES DEVIAM PODER APANHAR PERVCEVES - A PESCA SUBMARINA É SELECTIVA PORQUE NAO A DEIXAM EM PAZ PORQUE NAO PODEM OS HOMENS APANHAREM PERCEVES NAVALHEZAS DE CAÇA SUBMARINA? - PORQUE NAO PODEM APANHAR OS POLVOS COM GANCHOS - O DEFESO TEM QUE ACABAR DE VEZ SE NAO FOR PARA TODOS - O PARQUE TEM DE RESPEITAR AS PESSOAS DE UMA VEZ POR TODAS E O PODER CENTRAL TAMBEM, CASO CONTRARIO QUEM VAI ACABAR POR PAGAR É A NATUREZA COM TAMANHOS FUNDAMENTALISMOS SR SECRETARIO DE ESTADO E TODOS OS DO ICNB QUE SO TEM FEITO TRAMPA NESTE ESPAÇO, AS LEIS DESIGUAIS DA PESCA LLUDICA SAO O ESPELHO.

Anónimo disse...

Os pescadores lúdicos têm razões para contestar o POPNSACV. Mas muita da contestação tem origem na rapaziada do betão. Enquanto não fizeram da costa vicentina outra Quarteira não descansam.

 

 

oceanusatlanticus



Tags: que  plano  para  não  nao  com  ordenamento  mais  estado  humberto  secretário  dos  rosa  municípios  outro  costa  vicentina  qualquer  ambiente  pescadores  
Actualizado em ( Domingo, 13 Fevereiro 2011 18:19 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.