Quinta, 07 Maio 2009 16:40    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Afinal, "houve" Fátima Jovem!
Avaliação: / 0
FracoBom 
 
Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
Afinal, "houve" Fátima Jovem!
 
 Cerca de 30 Jovens das Paróquias de Sabóia, Santa Clara-a-Velha e alguns jovens amigos de Milfontes e Odemira  foram a Fátima no fim-de-semana destinado ao Fátima Jovem, que era suposto ter decorrido nos dias 2 e 3 de Maio.
Tudo estava preparado para estes jovens irem ao Fátima Jovem, e não foi motivo forte o cancelamento do evento para desmotivar a ida destes a Fátima.
Pode, contudo, surgir a pergunta: “Se não houve o Fátima Jovem, o que foram lá fazer?” Pois bem, aqui vai uma descrição da nossa Peregrinação: antes de chegarmos a Fátima no início da tarde do dia 2, fomos visitar as grutas de Mira de Aire e o Mosteiro da Batalha, onde está implantada a estátua equestre de Nuno Álvares, o Santo Condestável. Depois partimos para Fátima, onde a seguir ao jantar, fomos juntar as nossas orações a Nossa Senhora junto da Capelinha, na habitual oração do Terço e Procissão. Motivados pela Mãe, descemos à nova Capela do Santíssimo Sacramento, situada na Igreja da Santíssima Trindade na qual procuramos, num longo silêncio, encontrar o Filho de Maria presente em adoração.
Claro, que uma vez participantes da festa do Espírito, só poderia resultar uma caminhada para nos encontramos com outros jovens e amigos e aí festejarmos, num bar junto ao Santuário, a alegria de um brinde a todos: cheers::cheers::cheers. E assim o é, onde estão os jovens há sempre vida e, por isso, se os mais novos foram mais cedo para as camaratas, dos mais velhos houve mesmo aqueles que não conheceram os lençóis da cama.
Contudo, isso não foi motivo para que a alvorada não acontecesse às 7 horas da manhã, tendo à nossa espera as Irmãs Carmelitas Descalças na sua nova casa, na qual o Padre Júlio Lemos presidiu à Eucaristia Dominical, toda ela animada pelas bonitas vozes das Irmãs. No fim, fomos recebidos pela Irmã Luísa (noviça), uma Alentejana de Moura, com e através da qual podemos descobrir a beleza da vida contemplativa, em que foi possível aos jovens desfazerem as ideias que tinham acerca de quem opta por este estilo de vida e ver o outro lado daqueles que se entregam totalmente a Jesus.
Uma outra experiência, ainda mais forte e plenamente envolvente e inquietante, estava reservada para a parte da tarde.
Eram cerca de 15 horas quando entramos no Centro de Apoio a Deficientes Profundos João Paulo II; e foi neste mesmo Centro e no contacto com todos os seus utentes que pude sentir maiores dificuldades em encontrar palavras que pudessem descrever os sentimentos que vi estampados nos olhos dos jovens ao serem tocados por crianças, jovens e adultos nas suas diferenças físicas, na qual a comunicação era feita e entendida através do coração. Aqui foi-nos possível encontrar a disponibilidade e um sentimento muito profundo de acolhimento, pouco comum ao que estamos habituados no nosso quotidiano – pouco a pouco e ao longo dos corredores e das “casas” por onde íamos passando, fomos observando o que nunca pensávamos ver. Só Deus, através de nós, pode dar sentido ao sem sentido das suas vidas. No fim, prostramo-nos de joelhos na Capela do Centro, e num momento profundo de oração, agradecemos a Deus o estarmos ali no amor à diferença do belo.
Terminamos o "Fátima Jovem" em Aljustrel (Fátima).
Um “Fátima Jovem” diferente de todos os demais, mas com o espírito jovem que o anima e também exponencial e vivamente cativante na nossa abertura aos que não acreditam como nós! Porque se a caminhada é conjunta e parte integrante de todos nós que acreditamos e vivemos a nossa fé (ou a sua pequenez), há mesmo que partilhar que nos nossos grupos de jovens se encontram alguns (poucos), que ainda que não partilhem da nossa fé, também caminham pé-ante-pé na amizade e na dúvida.
 

 


*Sentimo-nos*:


Tags: que  fátima  jovens  jovem  nos  para  não  nossa  das  uma  foi  mais  onde  fomos  com  por  qual  fim  houve  foram  
Actualizado em ( Quinta, 07 Maio 2009 16:48 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.