Sábado, 15 Outubro 2011 18:14    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Acidente com ambulância provoca um morto e quatro feridos
Avaliação: / 0
FracoBom 

Sines: Acidente com ambulância provoca um morto e quatro feridos
Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas, duas delas com gravidade, numa colisão entre uma ambulância e um ligeiro, no cruzamento entre a Estrada Nacional 120 e a estrada de Porto Covo. Dois dos feridos são bombeiros. Um dos feridos graves foi transportado de helicóptero para Lisboa, enquanto os restantes seguiram para o Hospital do Litoral Alentejano. A vítima mortal é a pessoa que estava a ser transportada na ambulância da corporação de bombeiros de Odemira. O acidente ocorreu por volta das 12:00. Para o local foram mobilizados 15 bombeiros apoiados por seis veículos e a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).



Oiça a versão completa na emissão da Rádio Sines de Sábado, 15 de Outubro de 2011


15 de Outubro, 2011
Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas, duas com gravidade, numa colisão entre uma ambulância e um veículo ligeiro ocorrida hoje à tarde no IC4, no concelho de Sines, disse à Lusa o comandante dos bombeiros locais.

De acordo com Vítor Gonçalves, o acidente resultou de «um choque» entre uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Odemira e um veículo ligeiro de passageiros junto ao cruzamento para Porto Covo.

A mesma fonte informou que a vítima mortal era uma mulher que estava a ser assistida pela ambulância, sendo que dois bombeiros do mesmo veículo ficaram feridos, um deles com gravidade.

No veículo ligeiro seguiam duas mulheres, uma das quais também sofreu ferimentos graves.

As vítimas foram assistidas no Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, tendo um dos feridos graves sido transportado por um helicóptero do INEM «para um hospital da zona de Lisboa», segundo Vítor Gonçalves.

No local do acidente estiveram 15 bombeiros, seis veículos dos Bombeiros Voluntários de Sines e a viatura médica de emergência e reanimação do HLA.

Lusa/SOL


Foto de arquivo (foto ASF)
Colisão de ambulância com carro faz um morto e quatro feridos
Por Redacção

Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas, duas delas com gravidade, na sequência da colisão de uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Odemira com um veículo ligeiro, esta tarde no IC4, no concelho de Sines. 

A vítima mortal era uma mulher que estava a ser assistida pela ambulância, sendo que dois bombeiros do mesmo veículo ficaram feridos, um deles com gravidade.

No veículo ligeiro seguiam duas mulheres, uma das quais também sofreu ferimentos graves.

As vítimas foram assistidas no Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, tendo um dos feridos graves sido transportado por um helicóptero do INEM para um hospital em Lisboa.

abola

18:54 - 15-10-2011




Sines: Acidente envolveu viatura dos bombeiros de Odemira

Morre na ambulância após colisão violenta

Um violento acidente, envolvendo uma ambulância dos Bombeiros de Odemira e uma viatura ligeira, provocou ontem a morte de uma doente que estava a ser transferido para o Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, e ferimentos graves à condutora do automóvel.

Natividade Queimada, a paciente, de 78 anos, residente em Odemira, não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer no local. O choque entre as duas viaturas, aconteceu, cerca das 12h00, junto ao cruzamento entre a barragem de Morgavél e Porto Covo, em Sines. As causas ainda estão a ser apuradas pelas autoridades.

"A ambulância saiu de Odemira com destino ao HLA para transportar uma mulher, de 78 anos, que sofria de várias patologias", adiantou o comandante de Odemira, Nazário Viana, visivelmente abalado pela tragédia que se abateu sobre a sua corporação, precisamente no dia de aniversário dos soldados da paz daquela localidade. O acidente acabou por levar ao cancelamento das cerimónias que estavam marcadas para assinalar a data.

No acidente, a condutora do veículo ligeiro, Fátima Marreiros, de 48 anos, residente em Ourique, " ficou ferida com gravidade e foi transportada de helicóptero para Lisboa", adiantou o comandante dos Bombeiros de Sines, Vítor Gonçalves. A mulher seguia sozinha na viatura e, apesar de trabalhar na Junta de Freguesia de Relíquias, também no concelho de Odemira, não tinha qualquer relação com a vítima mortal. Os dois bombeiros que tripulavam a ambulância – que também capotou várias vezes até se imobilizar – de 19 e 68 anos, receberam tratamento hospitalar mas, de acordo com Nazário Viana, foram "considerados feridos ligeiros e não inspiravam cuidados". 

CM

Natividade Queimada, de 78 anos, faleceu na sequência do violento acidente em Sines, quando era transportada pelos Bombeiros de Odemira para Santiago do Cacém.


Acidente em Sines

Condutora inspira cuidados

A mulher que ficou ferida com gravidade na sequência da colisão entre o ligeiro que conduzia e uma ambulância dos Bombeiros de Odemira, anteontem em Sines, permanece internada e com prognóstico reservado. Apesar da gravidade dos ferimentos, fonte próxima da vítima, Fátima Marreiros, de 48 anos, diz que o seu estado de saúde é "estável".

Acidente com ambulância

"Apresenta ferimentos graves, nomeadamente uma perfuração no baço, um traumatismo craniano e uma clavícula partida, mas parece estar estável" disse ao CM Idálio Guerreiro, presidente da Junta de Freguesia de Relíquias, Odemira, local onde trabalha a mulher ferida.

Recorde-se que no mesmo acidente uma mulher de 78 anos, Natividade Queimada, que estava a ser transportada no veículo de socorro acabou por falecer. O seu funeral deve realizar-se hoje em Odemira, onde residia.

CM



Tags: uma  ambulância  bombeiros  com  que  odemira  dos  acidente  sines  para  feridos  veículo  ligeiro  por  gravidade  graves  entre  mulher  anos  colisão  
Actualizado em ( Quarta, 19 Outubro 2011 18:34 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.