Quinta, 18 Outubro 2012 09:00    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Aviso n.º 13956/2012, D.R. n.º 202, Série II de 2012-10-18
Avaliação: / 0
FracoBom 


Projeto de Regulamento da Bolsa de Emprego Municipal 
de Odemira
Preâmbulo
A inserção dos jovens e dos adultos no mercado de trabalho continua
a assumir -se como prioridade estratégica para a melhoria da produtividade e competitividade regional, da inovação, do empreendedorismo,
contribuindo também para uma cidadania mais ativa.
Em prol do desenvolvimento e crescimento socioeconómico, complemento
de uma política de atração de investimento para o Concelho, o Município de
Odemira, numa medida inovadora, disponibiliza uma Bolsa de Emprego,
devidamente registada na CNPD — Comissão Nacional de Proteção de Dados,
com o objetivo de potenciar a proximidade entre procura e oferta de emprego
no concelho de Odemira, permitindo uma maior facilidade de recrutamento e o
aumento da taxa de emprego dos seus habitantes, dando -lhes assim prioridade,
por forma a incentivar a residência neste Concelho.
A Câmara Municipal de Odemira visa através da Bolsa de Emprego,
fomentar a criação de emprego local que permita a fixação de jovens no
Concelho e disponibilizar, junto dos potenciais empregadores, um canal
privilegiado de recrutamento e seleção de pessoal, com a vantagem de
divulgação de grande escala e gratuita das suas ofertas de emprego.
CAPÍTULO I
Disposições Gerais
Artigo 1.º
Objeto e lei habilitante
1 — O presente regulamento estabelece as condições e regras de
funcionamento da Bolsa de Emprego Municipal do Concelho de Odemira.
2 — O presente regulamento é elaborado ao abrigo do disposto no
artigo 241.º da Constituição da República Portuguesa, e nos termos
e para os efeitos previstos na alínea a) do n.º 7 do artigo 64.º da Lei
n.º 169/99, de 18 de setembro, com as alterações introduzidas pela Lei
n.º 5 -A/2002, de 11 de janeiro.
Artigo 2.º
Definição
1 — A Bolsa de Emprego Municipal do Concelho de Odemira, adiante
designada por BEMO, consiste numa base de dados online da oferta e
procura de emprego.
2 — A BEMO é um serviço gratuito da Câmara Municipal de Odemira,
para cidadãos que procurem emprego no concelho de Odemira, e para
empresas instaladas no concelho ou em fase de instalação que desejem
recrutar trabalhadores, disponibilizada no site do Município.
Artigo 3.º
Âmbito
O presente regulamento destina -se a todos os cidadãos que procurem
emprego no concelho de Odemira e às empresas sedeadas no concelho
ou em fase de instalação que desejem recrutar trabalhadores.
Artigo 4.º
Objetivos
A BEMO tem como principais objetivos:
1 — Potenciar a proximidade entre a procura e a oferta de emprego no concelho de Odemira e complementar desta forma a sua
política de atração de investimento e de criação de novos postos
de trabalho.
2 — Fomentar a criação de emprego local que permita a fixação de
cidadãos no concelho e disponibilizar, junto dos potenciais empregadores, um canal privilegiado de recrutamento e seleção de pessoal, com
a vantagem de divulgação de grande escala e gratuita das suas ofertas
de emprego.
3 — Simplificar e dar maior transparência aos diversos processos
de recrutamento e à reafetação de recursos humanos, assegurando
assim a ligação entre a oferta e a procura de emprego, utilizando a
internet.
4 — Contribuir para uma melhor e mais eficaz política de gestão dos
recursos humanos com reflexos na qualidade dos serviços prestados
ao cidadão

CAPÍTULO II
Intervenientes da BEMO
Artigo 5.º
Utilizadores da BEMO
São identificados como utilizadores:
1 — Candidatos — Pessoas individuais, que voluntariamente se disponibilizem para colocar na BEMO os seus dados.
2 — Entidades Empregadoras — Empresas e empresários sedeados
no concelho de Odemira, interessados em utilizar o serviço da BEMO,
que voluntariamente expressem as suas necessidades de recrutamento.
3 — Entidade Gestora — Responsável pela gestão da BEMO.
4 — Administrador — Responsável por administrar/gerir a aplica-
ção.
Artigo 6.º
Candidatos
1 — Os candidatos acedem às suas áreas encarregando -se de inserir,
atualizar e eliminar os dados.
2 — Os candidatos podem consultar as ofertas de emprego disponíveis
na BEMO e podem responder diretamente à oferta da entidade empregadora através dos dados fornecidos na bolsa, depois de devidamente
registados na BEMO.
3 — No registo, procedem ao preenchimento de campos obrigatórios de identificação pessoal e profissional, como o nome completo, morada, data de nascimento, e -mail, contactos, habilitações
literárias, situação profissional atual, experiência profissional,
entre outros.
4 — Permite o upload de curriculum vitae (CV) digitalizado e de
fotografia.
5 — Possibilidade de atualização do seu CV antes de enviar a candidatura de resposta a uma oferta de emprego.
Artigo 7.º
Entidades Empregadoras
1 — As entidades empregadoras colocam as suas ofertas de emprego
e podem pesquisar os candidatos inscritos na BEMO, que se enquadrem
nos perfis pretendidos, mas só podem ter acesso aos seus dados, depois
de devidamente registados na BEMO.
2 — No registo, procedem ao preenchimento de campos obrigatórios,
como o nome e atividade da Entidade, morada, e -mail, contactos, área
profissional, descrição da oferta, tipo de contrato, remuneração, entre
outros.
3 — Permite o upload do logo da Entidade.
Artigo 8.º
Entidade Gestora
1 — A gestão da BEMO compete à Câmara Municipal de Odemira
através da sua unidade orgânica responsável pelo desenvolvimento
económico.
2 — A Câmara Municipal de Odemira disponibiliza, no seu site um
link de acesso à BEMO, que se pretende que funcione de forma interativa
entre entidades empregadoras e os candidatos.
3 — Garantir e controlar a qualidade da informação disponibilizada
através da BEMO.
4 — Fornecer ao administrador a informação a disponibilizar na
BEMO, bem como conteúdos relevantes sobre formação, notícias, qualificação profissional, entre outros.34690 Diário da República, 2.ª série — N.º 202 — 18 de outubro de 2012
Artigo 9.º
Administrador
1 — Compete à Câmara Municipal de Odemira organizar e gerir a
BEMO online, garantindo a segurança e atualização da informação disponibilizada, quer pelas entidades empregadores, quer pelos candidatos.
2 — Disponibilizar os recursos técnicos indispensáveis à estruturação
e correto funcionamento da BEMO, satisfazendo os necessários requisitos de atualização, segurança e acessibilidade.
3 — Definir e assegurar os procedimentos adequados à salvaguarda
da confidencialidade dos dados pessoais.
4 — Validar e eliminar os registos ou informação irrelevante, desatualizada ou inadequada aos objetivos da BEMO.
5 — Introduzir na BEMO os conteúdos relevantes, fornecidos e validados pela entidade gestora.
CAPÍTULO III
Regras de Funcionamento
Artigo 10.º
Registo e tratamento de dados
1 — O registo na BEMO é efetuado através do preenchimento de um
formulário obrigatório, quer para os candidatos, quer para as entidades
empregadoras.
2 — Após o registo e validação dos dados por parte da entidade
gestora, é enviado um username e uma password de acesso, atribuída
aos candidatos e entidades empregadoras.
3 — Os dados de identificação são divulgados na BEMO apenas com
autorização dos interessados, sendo estes responsáveis pelas atualizações
dos seus dados.
4 — Não é permitido a alteração dos dados de identificação da entidade empregadora, sem validação por parte da entidade gestora.
Artigo 11.º
Duração
1 — Os dados dos candidatos constam na base de dados pelo prazo de
6 meses, findo o qual, o administrador procede à sua eliminação, caso
não se verifiquem atualizações durante esse período.
2 — Em relação às entidades empregadoras, as ofertas de emprego
têm duração de 15 dias, 30 dias ou 60 dias de acordo com a opção selecionada quando a publicação da proposta de emprego.
3 — As ofertas de emprego que tenham terminado o prazo, e a entidade empregadora não as tenha eliminado, serão eliminadas pelo
Administrador.
CAPÍTULO IV
Disposições Finais
Artigo 12.º
Casos Omissos
Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos por deliberação
da Câmara Municipal.
Artigo 13.º
Entrada em vigor
O presente regulamento entra em vigor após a sua publicação.
206452106

http://dre.pt/pdf2sdip/2012/10/202000000/3468834690.pdf



Tags: emprego  bemo  dados  dos  odemira  concelho  que  artigo  para  municipal  entidade  candidatos  com  entre  oferta  uma  regulamento  entidades  bolsa  empregadoras  
Actualizado em ( Quinta, 18 Outubro 2012 09:37 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.