Sexta, 01 Março 2013 01:16    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
PSD e CDS-PP Odemira – Requalificação Urbana? (com fotos)
Avaliação: / 0
FracoBom 

PSD e CDS-PP de Odemira criticam obras de requalificação daquela vila

Rádio Pax - 01/03/2013 - 00:16

A Comissão Política de Secção do PSD e a Concelhia do CDS – PP de Odemira criticam o estado das obras da requalificação urbana levadas a cabo pela autarquia, naquela localidade.  


No boletim municipal, “Odemira em notícia”, a autarquia diz que “A vila de Odemira está a ficar mais bonita e acessível”. Segundo o PSD e o CDS-PP esta afirmação está “longe das opiniões de quem vive, trabalha e visita Odemira”. A coligação refere, em nota de imprensa, que no que toca a acessibilidades para pessoas com dificuldades motoras, “Odemira transformou-se num convite permanente à queda”.

Para o PSD e PP, o resultado das obras de requalificação da vila foi a promoção de obstáculos em questões de acessibilidades. De acordo com os dois partidos da oposição existe “falta de segurança para quem é exterior à obra” e existiu “falta de planeamento no decorrer da mesma”.

A coligação refere ainda que “só pode ser uma brincadeira de mau gosto, o executivo camarário afirmar que Odemira está a ficar mais bonita”. Para o PSD e CDS-PP “entristece a alma ver o modo tão descuidado como 'cuidam' daquela vila”.

Posted: 2013-03-01 00:16:00


PSD e CDS-PP Odemira

Comunicado


Odemira – Requalificação Urbana?

Uma vez mais no boletim propagandístico municipal de seu nome “Odemira em notícia” mais concretamente o n.º 11 de dezembro de 2012. Os Odemirenses são confrontados na página n.º 8 (atividade municipal) sobre a notícia Odemira – Requalificação Urbana, com a seguinte frase do 1.º parágrafo que passamos a citar: “ A vila de Odemira está a ficar mais bonita e acessível”.

Ora esta afirmação está longe das opiniões de quem vive, trabalha e visita Odemira, dado que em questões de acessibilidades para pessoas com dificuldades motoras, Odemira transformou-se num convite permanente à queda.

Uma vez que o executivo da câmara municipal de Odemira, sempre defendeu em debates e conferências de apresentação do projecto que esta obra tornaria a vila de Odemira mais acessível aos peões. O resultado alcançado até à presente data com a execução da obra, foi somente a promoção de obstáculos em questões de acessibilidades.

Basta passear pela vila de Odemira com um olhar mais atento, para descobrir verdadeiros “tesouros” em termos de execução da obra e acabamento, para além da manifesta falta de segurança para quem é exterior à obra e a falta de planeamento do decorrer da mesma, uma vez que a Rua Souza Prado, foi totalmente esventrada aquando da época natalícia, algo que de certeza provocou o afastamento dos Odemirenses e dos visitantes do comércio tradicional.

Passamos a fundamentar os factos que levam a Comissão Política de Secção do PSD e a Concelhia do CDS – PP, em Odemira, a afirmar que a obra não promove a acessibilidade do peão.

Começando esta verdadeira maratona de obstáculos pela Rua Souza Prado, onde o utente com dificuldades de locomoção terá que fazer um salto em altura, para aceder a algumas lojas do comércio tradicional, uma vez que os passeios foram rebaixados e a altura da soleira aumentou consideravelmente, os proprietários tiveram que arranjar uma solução providencial com um degrau improvisado (ver foto em anexo), ainda na mesma Rua (Souza Prado) foram criados uns lancis que pretendem também servir de canal para encaminhar as águas pluviais, mas a pendente está no sentido contrário ao tubo de escoamento o efeito final foi criar uns lagos artificiais de águas inquinadas que só servem para criar mosquitos, para além da vegetação que ali já se acumula (ver foto em anexo).

Conseguindo atravessar o Jardim Souza Prado e chegando à Rua Alexandre Herculano, deparamos ao longo dessa rua com pedras soltas no pavimento, fissuradas e nalgumas zonas somente lá está para memória futura o buraco onde estava a pedra, os lancis estão também fissurados, com lagunas (ver fotos em anexo).

A fonte de Santo António (que fica na curva que liga a Rua Coronel Galhardo com a Rua Alexandre Herculano) merecia outra atenção do executivo camarário, é de lamentar o estado actual de conservação da mesma. Aqui temos mesmo falta de pedras no pavimento, que já foram repostas (mas continuam soltas) por um ex-funcionário da câmara, conversamos aqui com dois idosos que nos alertaram para a falta de sinalização neste local.

Continuando a subir pela Rua Alexandre Herculano, chegamos à Travessa do Botequim onde o estado do pavimento é somente mais do mesmo (fissuras e lagunas). Na Rua dos Combatentes da Grande Guerra não sabemos se é derivado do nome mas parece que aconteceu ali uma guerra, pois os passeios estão abatidos ao longo da mesma, os remates dos lancis com as grelhas de escoamento das águas pluviais são inexistentes, as pedras “cantam” com o pisar dos pneus dos veículos automóveis.

A pedra escolhida para o pavimento pedonal e respectivos lancis é demasiado macia, para o peão é suave, o grande problema reside no facto de os lancis estarem à mesma cota do arruamento onde circulam as viaturas, sendo que a força mecânica exercida pelos automóveis, faz desta solução uma má escolha em termos de resistência. 

Descendo um pouco até a Rua Coronel Galhardo, observamos uma grelha de escoamento de águas pluviais que está solta pois os remates em calçada em volta da mesma não existem, sendo um perigo para a segurança de quem aqui passa de automóvel (ver foto em anexo). 

Só pode ser uma brincadeira de mau gosto, o executivo camarário afirmar que Odemira está a ficar mais bonita, até entristece a alma ver o modo tão descuidado que “cuidam” desta vila.

Odemira é e será sempre bonita! Mas da beleza de Odemira não se compadecem os Odemirenses, reféns das soluções nulas em termos de um desenvolvimento económico sustentado para o concelho, preconizadas pelos executivos socialistas desde 1997 (à quase 16 anos).




Levantamento fotográfico do estado actual – 25 Fevereiro 2013 


Fotos da Rua Combatentes da Grande Guerra

Passeio junto à fonte de Santo António

Fotos da Rua Alexandre Herculano

Fotos da Rua Coronel Galhardo

Fotos da Rua Souza Prado

Lancis – Rua Souza Prado



Francisco José Ganhão Odemira - Requalificação Urbana?
Fernando Santos Ecologistas devem estar radiantes..... os contribuintes estão tristes...
Edgar Silvestre ai aqueles novos bancos inclinados e são bonitos ? espectáculo !
Jose Felizardo Quando as obras chegarem ao fim, podem começar de novo a reparar tudo o que se encontra danificado...e não é pouco.
Romeu Mateus Quando houver em Milfontes a tal tão anunciada e esperada requalificação, por favor não contratem os mesmos empreiteiros, isso parece que tem rústico a mais, já está tudo velho antes de estar acabado!!!!
Joao Silva o problema nao esta no empreiteiro esta no material,isto é pedra mulianes que é muito fragil e de rapido desgaste so nao percebo como os Eng.da camara e fiscais nao viram isso no inicio da obra pra ja nao falar que os carros sao obrigados a circular pelos passeios.Vamos ver quantas pernas partidas por quedas e atropelamentos.
Romeu Mateus Ok, João tens completa razão é dos responsáveis que escolheram o material,só é pena não serem responsabilizados pelos erros que fazem, e terem de pagar do próprio bolso, assim é muito fácil, façam a porcaria que fizerem é sempre o dinheiro que tiram á malta através dos malditos imposto que não param de aumentar por causa de artistas destes, se não sabem vão aprender, se já sabem que façam bem que é para isso que são pagos!!!! se não demonstram competências fora, dêm o lugar a quem verdadeiramente pode fazer bem, senão nunca mais é sabado, nem no nosso Alentejo nem em Portugal, responsabilizem quem efectivamente é responsável e não todo o povo, já começa a ser demais!!!!
Maria Montes Ramos Muito bem! Agora faça o o reconhecimento do trajeto automovel, que se for para continuar como está, depois das obras concluidas, tambem fica muito "interessante".



Tags: que  odemira  para  com  rua  não  mais  está  uma  psd  requalificação  dos  vila  cds  das  obra  ver  mesma  quem  falta  
Actualizado em ( Sexta, 01 Março 2013 17:41 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.