Quarta, 22 Janeiro 2014 16:10    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Empresa de gestão de resíduos do Alentejo lança investimentos de 4 milhões de euros
Avaliação: / 0
FracoBom 

Empresa de gestão de resíduos do Alentejo lança investimentos de 4 milhões de euros
A empresa de gestão de resíduos de sete concelhos do Alentejo está a investir cerca de quatro milhões de euros em equipamentos, que vão permitir tornar a infraestrutura mais eficiente e reduzir a deposição em aterro. 

Atualmente, está “em fase de testes” a unidade de valorização do biogás emitido pelas duas células de aterro sanitário existentes, com a produção de energia elétrica que será servida à rede de distribuição, indicou hoje à agência Lusa o presidente da Ambilital, José Alberto Guerreiro. 

A construção de uma unidade de produção de combustível derivado de resíduos (CDR) está também “em fase adiantada”, havendo já um “acordo de parceria” com uma cimenteira para a entrega do produto, referiu. 

O equipamento aproveita resíduos que, por qualquer motivo, não podem ser reciclados, mas têm um elevado poder calorífico, como têxteis, papel e plásticos, para produzir uma fonte de energia, explicou José Alberto Guerreiro, que é também presidente da Câmara Municipal de Odemira. 

Até agora, acrescentou o autarca, a parte não reutilizável dos resíduos produzidos pelas populações de Alcácer do Sal, Aljustrel, Ferreira do Alentejo, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines era totalmente enviada para aterro, mas com a nova unidade essa quantidade irá reduzir. 

A triagem do lixo indiferenciado que chega à Ambilital, sediada em Ermidas-Sado (Santiago do Cacém), é feita através de equipamentos, inaugurados em 2011, que recuperam materiais recicláveis que não sejam depositados nos ecopontos e os materiais orgânicos, aproveitados para produzir composto. 

Este investimento, superior a cinco milhões de euros, permitiu à empresa intermunicipal aproximar-se das metas definidas pela União Europeia, passando a valorizar cerca de 60% dos resíduos. 

Com os equipamentos em construção, José Alberto Guerreiro garante que o sistema irá cumprir essas metas, reciclando e reutilizando “mais de 80% dos resíduos produzidos na região”, cuja população ronda os 120 mil habitantes. 

Ainda assim, segundo o autarca, ficará concluída, em meados deste ano, a terceira célula de aterro, para “dar resposta ao esgotamento da capacidade das duas células existentes” e que têm sido utilizadas desde a inauguração da Ambilital, há 13 anos. 

“Esta nova célula de aterro é menos de metade das anteriores, em termos de capacidade de receção de resíduos, e prevê-se que dure 15 anos. Isto dá boa indicação de que realmente vai ser muito reduzido o envio de resíduos para aterro”, frisou. 

Está ainda em curso a ampliação do sistema de tratamento de lixiviados do aterro sanitário para que possa cumprir a legislação “cada vez mais exigente”. 

Este “conjunto de investimentos muito importante”, do qual apenas uma parte (as unidades de valorização de biogás e de produção de CDR) é comparticipada por fundos comunitários, encerra um período de quatro fases de intervenções, totalizando mais de 30 milhões de euros. 

A Ambilital é uma empresa intermunicipal, composta pela Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão Regional do Ambiente (AMAGRA) e pela SUMA – Serviços Urbanos.

.diariOnline RS com Lusa
15:56 terça-feira, 21 janeiro 2014




Tags: que  resíduos  aterro  para  euros  empresa  milhões  uma  com  gestão  está  alentejo  mais  ambilital  equipamentos  pela  dos  produção  não  alberto  
Actualizado em ( Quarta, 22 Janeiro 2014 16:11 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.