Quarta, 26 Fevereiro 2014 01:06    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Odemira contesta relatório sobre Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado
Avaliação: / 1
FracoBom 

Odemira contesta relatório sobre Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado

Rádio Pax - 26/02/2014 - 00:06

Odemira contesta relatório sobre Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado

A Câmara Municipal de Odemira aprovou um Parecer no âmbito da Discussão Pública do Relatório do Grupo de Trabalho das Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado (IEVA).

O município “rejeita veementemente” as propostas do Relatório pois estas “apontam o 'remendar' de obras estruturantes para a região, condenando ao abandono a construção do IP8 entre Sines e Beja por auto-estrada, e ignoram o troço em falta para concluir o IC4, uma via considerada por todos como absolutamente estruturante, no desenvolvimento económico da região”.

Segundo o Parecer enviado à Rádio Pax, “não foram tidos em conta pelos autores deste estudo, encomendado pelo Governo, os importantes e indispensáveis valores da segurança e da vida humana, e os anseios naturais de quem espera há vários anos por esta via estruturante”.

O relatório identifica como “constrangimento” a fraca conservação da rede secundária, e a Câmara desafia “os diferentes agentes públicos e privados a estabelecerem compromissos e prioridades no investimento em infraestruturas que terá de ser realizado através do próximo PO Regional, numa parceria com o Governo e as autarquias locais”.

A autarquia não tem dúvidas que “este é um momento decisivo para Portugal e para a região”. O quadro comunitário que vai ser executado até 2020 é apontado no Parecer como “fundamental” para “uma estratégia de coesão territorial que permita conferir maior competitividade aos territórios de baixa densidade populacional”.

A Câmara decidiu enviar o Parecer ao Presidente da República, à Presidente da Assembleia da República; ao Primeiro-ministro; ao Ministério da Economia; ao Grupo de Trabalho das Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado (GTIEVA); às Associações Empresariais da Região; à Assembleia Municipal de Odemira; as Câmaras Municipais e Assembleias Municipais de Lagos, Aljezur, Sines e Ourique; à Comunidade Intermunicipal do Litoral Alentejano – CIMAL; à Assembleia Intermunicipal da CIMAL; à Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral – AMBAAL; à Assembleia Distrital de Beja.

Posted: 2014-02-26 00:06:00



Actualizado em ( Quarta, 26 Fevereiro 2014 10:37 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.