Terça, 16 Setembro 2014 14:59    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Estudantes de Odemira investigam impactos de pisoteio da flora dunar
Avaliação: / 1
FracoBom 

Estudantes de Odemira investigam impactos de pisoteio da flora dunar

Publicado em: 12/09/2014 por Angela Nobre

Três estudantes da Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, em Odemira, quiseram conhecer os impactos dos caminhantes sobre a vegetação dunar, para o que desenvolveram um trabalho de investigação pelos trilhos da Rota Vicentina.

Seleccionando uma área de experiências no terreno, com diferentes pressões de pisoteio sobre diversas espécies da flora dunar na zona do Trilho dos Pescadores, perto de Vila Nova de Milfontes, as estudantes avaliaram os impactos e capacidade de recuperação da vegetação ao longo de dois meses.

Investigadores - Odemira  Pisoteio - Experiência

Os resultados deste processo, levado a cabo por Ana Bernardo,  Annemiek Pronk e Joana Gregório, sob a coordenação da professora Paula Canha, demonstraram na prática a pertinência de uma das recomendações de base do projecto Rota Vicentina e que de resto está génese da sua concepção, nomeadamente no Trilhos dos Pescadores.

Elas concluiram que, ao ser marcado um trilho único, é possível organizar e ordenar o tráfego de caminhantes em zonas ambientalmente sensíveis, de forma a que os restantes trilhos existentes possam ser evitados, limitando desta forma os danos na flora local circundante, ao mesmo tempo que se promove a sua recuperação e a renaturalização dos trilhos inutilizados.

Experiência - Vegetação Dunar  08_Investigadores_SecundariaOdemira  Investigadores Secundária de Odemira

Ou seja, seguindo pelos percursos já sinalizados evita-se destruir a vegetação que existe nas dunas da área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina, sendo também uma forma simples de ajudar à recuperação de áreas afectadas pela passagem de pessoas.

Com o projecto “Impacto dos caminhantes da Rota Vicentina na flora dunar”, as estudantes conquistaram três prémios no 22.º Concurso de Jovens Cientistas e Investigadores, que decorreu em Maio deste ano, em Lisboa, na área científica de Ciências do Ambiente. Além de uma menção honrosa, disso conquistaram a participação na Semana Internacional Sobre a Vida Selvagem, na Suíça, e no 32.º Encontro Juvenil de Ciência, em Aveiro.



 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.