Segunda, 06 Abril 2015 14:31    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Autarcas não querem medronho do Algarve com frutos do Alentejo
Avaliação: / 0
FracoBom 

Autarcas não querem medronho do Algarve com frutos do Alentejo

LUSA 

Associação de produtores algarvios quer que a denominação de origem "Medronho do Algarve" abranja também três concelhos do Baixo Alentejo.

Os presidentes dos municípios alentejanos de Almodôvar, Odemira e Ourique contestaram nesta terça-feira os termos do pedido de Indicação Geográfica Protegida (IGP) “Algarve” para a aguardente de medronho produzida nesta região e que pretende incluir produções daqueles concelhos.

Em comunicado, os autarcas explicam tratar-se do pedido de registo da IGP “Medronho do Algarve” efectuado pela Associação de Produtores de Aguardente de Medronho do Barlavento Algarvio (APAGARBE) à Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) e cujo aviso já foi publicado em Diário da República.

Segundo os presidentes dos três municípios, que já apresentaram uma contestação conjunta, o pedido de registo da IGP propõe, “de forma prepotente e abusiva”, a inclusão de medronho produzido em oito freguesias dos concelhos de Almodôvar, Odemira e Ourique, no Baixo Alentejo, num processo tratado pela APAGARBE “à revelia dos produtores, associações e autarcas alentejanos”.

O assunto “nunca foi apresentado aos produtores, associações e autarcas alentejanos” e a IGP “condiciona decisivamente” o processo, atualmente em curso, de dinamização da produção de aguardente de medronho no Alentejo, lamentam. Por isso, os autarcas apelam aos responsáveis da APAGARBE para que “retrocedam nos seus propósitos” e referem que pretendem ir “até às últimas instâncias” e avançar para a impugnação judicial do registo de IGP “Medronho do Algarve”.

Os autarcas denunciam o “interesse” dos responsáveis pelo pedido da IGP em “garantir quantidade de fruto suficiente para a produção dos seus associados”, ou seja, os produtores do Alentejo “tratam e colhem o fruto” e os do Algarve “produzem a bebida”.

“O fruto [de medronho] criado no Alentejo tem características diferentes, a aguardente é produzida de forma diferente e o produto final tem outro sabor e grau de álcool”, sublinham os autarcas. Por outro lado, “tratando-se de um produto endógeno, a designação deverá ser associada à origem da produção, no respeito pela identidade local”, defendem, frisando que o medronho tem tradição no Algarve, “mas muito mais no Alentejo”.

Segundo os presidentes de câmara, a proposta da APAGARBE têm “gerado a contestação de populares, produtores, freguesias e municípios do Alentejo”, o que “já se traduziu em queixas apresentadas no âmbito do direito de oposição do processo de registo de IGP em curso e na circulação de petições públicas contra aquele registo”.

De acordo com o aviso publicado no Diário da República, a área geográfica de produção de “Medronho do Algarve” pretende abranger freguesias de 13 concelhos algarvios e também as freguesias alentejanas de Gomes Aires, Santa Clara-a-Nova, S. Barnabé e Santa Cruz (Almodôvar), S. Teotónio, Saboia e Santa Clara-a-Velha (Odemira) e Santana da Serra (Ourique). A Lusa contactou o presidente da APAGARBE, José Paulo Nunes, que remeteu para os próximos dias uma posição da direcção da associação sobre a contestação dos autarcas alentejanos de Almodôvar, Odemira e Ourique.



 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.