Segunda, 06 Abril 2015 14:54    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Odemira perde dois médicos cubanos, urgência ressente-se
Avaliação: / 0
FracoBom 

(JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA)

Odemira perde dois médicos cubanos, urgência ressente-se

Centro de Saúde tem três médicos portugueses, um espanhol e nove cubanos. Presidente da câmara alerta para incumprimento de médicos tarefeiros que faltam «com frequência»

Por: Redação / VC    |   30 de Março às 15:34

Dois médicos cubanos que prestavam serviço no Centro de Saúde de Odemira terminaram os contratos este mês. O presidente da câmara alerta, por isso, que a urgência local vai ficar ainda mais fragilizada. O incumprimento dos médicos tarefeiros também não ajuda.  

José Alberto Guerreiro explicou esta segunda-feira, segundo a Lusa, que o Serviço de Urgência Básica (SUB) é assegurado por médicos prestadores de serviços, no âmbito de um contrato com uma empresa de contratação de mão-de-obra. 

No entanto, «com frequência», os médicos tarefeiros escalados faltam e a empresa não os consegue substituir, sendo os clínicos da Unidade de Saúde Familiar a «colmatar» a falha, reportou à mesma agência o autarca de Odemira, no distrito de Beja. 

Até há pouco tempo, segundo José Alberto Guerreiro, prestavam serviço no Centro de Saúde de Odemira três médicos portugueses, um espanhol e nove cubanos, seis dos quais ao abrigo do protocolo existente entre Portugal e Cuba. 

Em meados deste mês, acrescentou, os contratos de dois dos clínicos cubanos terminaram, fragilizando a resposta do SUB, situação que o autarca considera «preocupante». 

O incumprimento «sistemático» da empresa de prestação de serviços deve-se, no entender do presidente do município, ao valor horário pago aos médicos tarefeiros, «dos mais baixos que se praticam no país» e que «quase não dá para o transporte» dos clínicos que vivem noutras zonas.

A situação «não é apenas da responsabilidade da gestão» da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), na qual Odemira está integrada. Cabe ao Ministério da Saúde resolver, «primeiro que tudo», o problema da «falta de meios» que afeta toda a sub-região


A presidente da ULSLA, Maria Joaquina Matos, já se tinha manifestado preocupada com a situação de Odemira, quando, há pouco mais de um mês, 16 chefes de equipa do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano, sediado em Santiago do Cacém, se demitiram. 

«A escala para março que está mais longe de poder ser aprovada pelo Conselho de Administração é a [do SUB] de Odemira, a que tem mais turnos em aberto sem médico», afirmou na altura aos jornalistas.

«Temos [em Odemira] cinco médicos do nosso mapa, dos quais só dois fazem serviço de urgência e um está de atestado de longa duração. Depois temos mais seis ou sete médicos cubanos e a seguir vamos comprar serviços»


A necessidade de recorrer à prestação de serviços faz com que «todos os dias» sejam «uma caixinha de surpresas», admitiu a administradora, que defende que Odemira deveria ter um SUB com «o máximo possível de autossuficiência». 

Maria Joaquina Matos acabou ainda por reconhecer que, em alguns horários, poderia não haver médico no serviço para consultar os doentes. 

Desde então, a Lusa tem vindo a solicitar à ULSLA para atualizar a informação sobre a situação do SUB de Odemira, mas a administração da entidade não prestou mais esclarecimentos.




Tags: que  médicos  odemira  cubanos  com  saúde  mais  para  dos  sub  serviço  não  urgência  tarefeiros  presidente  dois  por  situação  incumprimento  centro  
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.