Sexta, 10 Abril 2015 10:16    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quercus contra projecto turístico de Vila Formosa
Avaliação: / 1
FracoBom 

A associação ambientalista Quercus reafirmou ser contra a construção do projecto turístico de Vila Formosa junto a Vila Nova de Milfontes, no litoral do concelho de Odemira, disse o dirigente Paulo Lucas.
 
A Quercus já se tinha manifestado desfavorável à construção do empreendimento, que contempla um hotel de cinco estrelas, três aldeamentos turísticos, um equipamento de desporto e lazer e uma área de comércio e serviços, entre outros, aquando da fase de consulta pública do Estudo de Impacte Ambiental (EIA), há cerca de três anos.
 
A associação ambientalista reafirmou agora a sua posição, no âmbito da consulta pública do Relatório de Conformidade Ambiental do Projecto de Execução (RECAPE), que terminou na semana passada, uma formalidade exigida pela Declaração de Impacte Ambiental Favorável Condicionada emitida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo.
 
"A Quercus reitera a posição anteriormente assumida [...] de que as autoridades competentes se deverão pronunciar no sentido da não construção do mesmo [projecto turístico] na referida localização", pode ler-se no documento enviado pela associação à CCDR do Alentejo.
 
O Projecto de Desenvolvimento Turístico e Ambiental de Vila Formosa, da responsabilidade da empresa Real Formosa, prevê a criação de mais de 1.350 camas, numa área de implantação total aproximada de 41.700 metros quadrados, nas herdades de Vila Formosa e de Montalvo, localizadas na freguesia de Longueira/Almograve, no concelho de Odemira, distrito de Beja.
 
Para a Quercus, o projecto "não está em conformidade e não é compatível com os instrumentos de gestão territorial aplicáveis", nomeadamente o Plano Regional de Ordenamento do Território do Alentejo, o Plano de Ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV) e o Plano Director Municipal de Odemira.
 
A associação considera ainda que os impactes na paisagem circundante e no estuário do rio Mira estão "subavaliados", além de não terem sido estudadas as alternativas legalmente exigíveis.
 
De acordo com Paulo Lucas, a Quercus repudia a implantação de empreendimentos imobiliários e turísticos em áreas classificadas, como é o caso das herdades de Vila Formosa e de Montalvo, que se situam em pleno PNSACV e se integram na Rede Natura 2000.
 
Os ambientalistas insistem ainda num modelo turístico que privilegie os aglomerados populacionais existentes, realizando intervenções em edifícios já construídos, como forma de beneficiar também as populações locais, o que não acontece se os turistas "ficarem fechados num ´resort`", referiu o dirigente da Quercus.
 
A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) informou que não se pronunciou sobre o RECAPE, por impossibilidade de o analisar.
 
Na fase anterior, a SPEA havia rejeitado o EIA, alegando "deficiências" que violavam a legislação nacional e comunitária, nomeadamente as directivas Aves e Habitats, e pedido à CCDR do Alentejo para declarar "a desconformidade ambiental" do projecto.
 
Lusa
 


Tags: que  quercus  vila  projecto  formosa  não  turístico  ambiental  associação  alentejo  para  ccdr  construção  pela  contra  plano  odemira  fase  como  estudo  
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.