Quarta, 13 Maio 2015 11:06    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
DEPUTADO DO PS PREOCUPADO COM FALTA DE MÉDICOS DE FAMÍLIA EM ODEMIRA
Avaliação: / 0
FracoBom 

DEPUTADO DO PS PREOCUPADO COM FALTA DE MÉDICOS DE FAMÍLIA EM ODEMIRA

O deputado do PS eleito por Beja, Luís Pita Ameixa, diz estar preocupado por 30% da população do concelho de Odemira estar sem médico de família, exigindo medidas do governo para resolver a situação.
créditos: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A preocupação e a exigência surgem num comunicado enviado à agência Lusa, após o deputado ter reunido com o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), que gere o centro e as extensões de saúde do concelho de Odemira, no distrito de Beja.

No concelho de Odemira, há um "elevado número de população sem médico de família atribuído, rondando os 30%", refere o parlamentar, que exige medidas, da parte do Ministério da Saúde, que "resolvam esta situação com eficácia, faltando ao ministro cumprir a sua promessa de acabar com estas situações até ao fim do seu mandato".

O deputado também reivindica a resolução da situação da extensão de saúde de Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira, onde é "muito importante e urgente que sejam construídas novas instalações, com funcionalidade adequada e dignidade para a prestação de assistência médica naquela freguesia, o que vem tardando inaceitavelmente".

A extensão de saúde de Sabóia, no concelho de Odemira, "também carece de uma intervenção de melhoramento das suas condições de atendimento", alerta Luís Pita Ameixa.

Segundo o deputado, na reunião também foram abordadas questões relativas à saúde mental, "tendo-se dado relevo ao interesse de uma maior cooperação" entre a ULSLA e Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, que gere o hospital de Beja, "tendo em conta as novas capacidades instaladas" nesta unidade hospitalar no domínio da psiquiatria, ou seja, o internamento de doentes psiquiátricos.

sapo


ODEMIRA: DEPUTADO DO PS REÚNE COM ADMINISTRAÇÃO DA ULSLA

centro_saude_odemira

O deputado do Partido Socialista, eleito pelo distrito de Beja, esteve ontem reunido com o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

O elevado número de população sem médico de família que ronda os 30 por cento; as extensões de saúde de Vila Nova de Milfontes e Sabóia e a problemática da saúde mental, foram algumas das questões debatidas neste encontro.

Luís Pita Ameixa defende a urgente construção de novas instalações da extensão de saúde de Vila Nova de Milfontes “com funcionalidade adequada e dignidade para a prestação de assistência médica naquela freguesia” que, no seu entender, “vem tardando inaceitavelmente”.

Segundo o deputado, a Câmara Municipal de Odemira “já sinalizou a sua abertura para colaborar com o Ministério da Saúde”.

De igual modo a extensão de saúde de Sabóia também carece de uma intervenção de melhoramento das suas condições de atendimento”, considera Luís Pita Ameixa que está preocupado com o elevado número de utentes sem médico de família neste território.

Trata-se de uma situação que exige medidas, da parte do Ministério da Saúde, que resolvam esta situação com eficácia, faltando ao Ministro da Saúde cumprir a sua promessa de acabar com estas situações até ao fim do seu mandato”, adiantou.

No encontro foram ainda abordadas questões relativas à saúde mental com relevo para o aumento da “cooperação entre a Unidade Local de Saúde do Baixo-Alentejo, sedeada em Beja, e a do Litoral Alentejano, designadamente tendo em conta as novas capacidades instaladas em Beja no domínio da psiquiatria”, concluiu.

antenamirobriga






Tags: saúde  com  que  deputado  odemira  família  beja  concelho  unidade  situação  para  preocupado  novas  médico  local  ameixa  extensão  também  sem  luís  
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.