Segunda, 21 Dezembro 2015 13:07    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Projeto de voluntariado ajuda animais a encontrar um novo rumo
Avaliação: / 0
FracoBom 

SOCIEDADE

“Pata ante Pata” condena abandono de animais

Projeto de voluntariado ajuda animais a encontrar um novo rumo

2015-12-09
Pata ante Pata” - assim se chama o projeto que nasceu em 2012 e é fruto do Banco de Voluntariado de Odemira em conjunto com a Câmara Municipal

A ideia é dar resposta a dezenas de animais que estão acolhidos no canil municipal

 

Atualmente são entre seis a nove pessoas que, de forma rotativa e voluntária, vão disponibilizando um pouco do seu tempo e das suas vidas para passear e mimar os cães. Por outro lado, também apoiam na limpeza das várias divisórias do canil, para que os animais fiquem mais aconchegados.

Os voluntários encarregam-se ainda de dar a conhecer os amigos de quatro patas, alojados no canil de Odemira, para que possam encontrar alguém que os adote, seja através do sítio na net (dogrescueodemira.com) ou da página oficial no Facebook (facebook.com/patasodemira) ou ainda com cartazes que vão espalhando por locais públicos.

As histórias de abandono são muitas e vão-se repetindo. Ou porque o dono morreu, ou porque o filho é alérgico, ou porque se mudou de casa ou simplesmente porque não serve para a caça.

O projeto publicou na sua página oficial do Facebook, dia 28 de novembro, uma fotografia que mostra quatro cães enjaulados, deixados por alguém, junto ao canil. A juntar ao sucedido, a publicação faz apelo para que não se repitam mais situações do género, numa altura em que o canil de Odemira está “cheiíssimo” e, se assim continuar, o mesmo terá de proceder ao abate de animais. A imagem rapidamente se tornou viral, gerando muita indignação nas redes sociais.

Este tipo de situação vai-se repetindo com alguma frequência. O “Pata ante Pata” tem estado atento a estes casos, que repudia, afirmando que o canil municipal não é nenhum caixote do lixo.

Apesar do mau estado de alguns dos animais quando chegam ao canil, este grupo de pessoas quer salientar o facto de que a grande maioria dos animais entregues, não têm problemas. Por norma são meigos, sociáveis e agradecidos por cada minuto de atenção que lhe é dada. E mesmo aqueles que tiveram más experiências, podem receber ajuda e tornar-se ainda mais fiéis e protetores.

O MERCÚRIO conversou com Miguel Galvão, um dos voluntários do “Pata ante Pata”, que garantiu que os voluntários fazem de tudo para que aqueles cães tenham uma vida melhor.

A Câmara Municipal de Odemira assegura a alimentação dos animais e o pagamento dos salários aos trabalhadores do canil municipal. O espaço, contudo, tem algumas dificuldades, é um local com muita humidade e onde a secagem das boxes é difícil e os cães não apanham sol, conta-nos Miguel.

O voluntário disse-nos que eventos como a FACECO ajudaram o “Pata ante Pata” a doar animais para adoção, quase na sua totalidade. E resume um pouco os objetivos do projeto que é “o querer convencer as pessoas a adotar em vez de gastar centenas de euros na compra de um cão e reverter a atitude das pessoas que estão acostumadas a abandonar os animais no canil. Chegam aqui animais em estado deplorável”.

Embora se repitam as situações de abandono, Miguel garante que existem cada vez mais pessoas sensibilizadas para cuidar dos animais e espera que o projeto consiga mais voluntários para auxiliar a causa. Neste momento, quem puder ajudar, pode contribuir com paletes de madeira, mantas e cobertores.

O “Pata ante Pata” tem a decorrer uma campanha que consiste em oferecer 50% do valor da esterilização na adoção de uma cadela do canil de Odemira. Quem estiver interessado, deve enviar uma mensagem para a página do projeto, no Facebook. Presencialmente, pode deslocar-se ao canil situado na Quinta do Lobato, em Odemira entre as 8 e as 16 horas (fecha entre 12 e as 13 horas) durante a semana, ou no sábado entre as 9 e as 11 horas.

Nelson Almeida

mercurioonline



Tags: que  animais  pata  canil  para  projeto  com  dos  odemira  ante  não  pessoas  uma  mais  municipal  por  ajuda  voluntariado  voluntários  encontrar  
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.