Quinta, 28 Janeiro 2016 10:44    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Polis Sudoeste conclui obras em quatro praias de Sines e Odemira
Avaliação: / 0
FracoBom 

Polis Sudoeste conclui obras em quatro praias de Sines e Odemira

CARLOS DIAS 

A reabilitação de 11 troços costeiros entre Sines e Vila do Bispo, a que correspondem outras tantas praias, obriga a um investimento de 2,4 milhões de euros.

MIGUEL MANSO

A Sociedade Polis Litoral Sudoeste concluiu a empreitada de “valorização e qualificação” das praias da Samouqueira, São Torpes e Morgavel, no concelho de Sines e das Furnas, no concelho de Odemira. A estratégia de intervenção definida tem por referencial a “identidade biofísica, ecológica, urbana, económica e social da faixa litoral entre São Torpes (Sines) e o Burgau (Vila do Bispo)”, refere a   entidade responsável pelo programa Polis no sudoeste alentejano e na costa vicentina.  

A conclusão dos trabalhos de requalificação nas três praias de Sines e na das Furnas dá continuidade ao levantamento efectuado pela Sociedade Polis, que identificou 11 troços costeiros de intervenção prioritária naquela extensão do litoral: São Torpes/Morgavel e Porto Covo no concelho de Sines; Zambujeira do Mar, Alteirinhos/Carvalhal, no concelho de Odemira; Samouqueiro, Barradinha, Vale dos Homens, Carriagem e Bordeira, no concelho de Aljezur; e Ponta da Atalaia e Forte de Almádena, no território de Vila do Bispo.

No troço costeiro entre São Torpes e Morgavel, a intervenção efectuada pretende restabelecer o equilíbrio geomorfológico do sistema duna-praia, afastando os veículos automóveis do areal e desincentivando o atravessamento de pessoas sobre a duna primária. A colocação de uma paliçada contínua, com cerca de 2,5 quilómetros de extensão foi a solução encontrada para evitar a passagem pedonal fora dos passadiços colocados para consolidar a recuperação ecológica, que passou ainda pela remoção das espécies invasoras como a acácia e o chorão, numa área superior a 100 mil metros quadrados (10 hectares).

Também na praia do Samouqueiro a reabilitação do espaço passou pelo ordenamento da circulação automóvel e pedonal, retirando-a das faixas de risco das arribas, para “mitigar fenómenos de erosão costeira e salvaguardar pessoas e bens” numa área com cerca de 17.500 metros quadrados, justifica a Sociedade Polis, frisando que as alterações efectuadas “permitirão reduzir as ocupações em zonas sensíveis e de risco.”

Na praia das Furnas os trabalhos de recuperação incidiram na salvaguarda do extenso cordão dunar que antecede a zona de areal. A respectiva empreitada consistiu no “reperfilamento e balizamento da faixa de rodagem e das bolsas de estacionamento, impedindo-se assim o estacionamento desordenado e abusivo”, explica a Polis. 

O projecto de reabilitação da praia das Furnas passou ainda pela criação de um percurso pedestre ao longo da área de intervenção e pela remoção da antiga paliçada existente para protecção do sistema dunar. A requalificação em curso no Litoral Sudoeste ocorre em 16% da linha de costa, cerca de 150 quilómetros, e estende-se por um território com 9.500 hectares. 

Em vários pontos do litoral sudoeste ficam interditos os acessos à crista das arribas, bem como à sua base, desencorajando desta forma a circulação em zonas com algum risco e alta sensibilidade ambiental. Por outro lado, o projecto de recuperação em alguns dos 11 pontos da costa abrangida pela intervenção, prevê a “contenção dos focos de degradação, da inibição da utilização desregrada das arribas e zonas dunares” prossegue a Sociedade Polis. 

As várias intervenções já efectuadas nos 11 troços costeiros implicaram um investimento global de cerca de 2,4 milhões de euros, apoiado pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território POVT 2007-2013 e cofinanciado pelo Fundo de Coesão em 85%.

Nesta quarta-feira o Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, acompanhado pela Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, visitam as obras nas praias dos concelhos de Sines e Odemira.

Público 



Tags: das  polis  sines  praias  sudoeste  dos  pela  odemira  que  litoral  intervenção  concelho  furnas  cerca  território  com  sociedade  torpes  pelo  obras  
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.