Segunda, 27 Julho 2009 10:21    PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Litoral Alentejano regista maior procura este ano
Avaliação: / 1
FracoBom 
O Litoral Alentejano regista este ano um “pequeno acréscimo” no número de turistas, entre “dois a três por cento”, em comparação com o Verão de 2008, revelou fonte do Pólo de Desenvolvimento Turístico.

segunda-feira, 27 de julho de 2009 - 09h21
Litoral Alentejano regista maior procura este ano

O Litoral Alentejano regista este ano um “pequeno acréscimo” no número de turistas, entre “dois a três por cento”, em comparação com o Verão de 2008, revelou fonte do Pólo de Desenvolvimento Turístico.
“Relativamente à afluência turística, ao contrário do que tem sucedido em outras regiões, quer no Alentejo em geral, quer no Litoral Alentejano, não se tem sentido quebra”, afirmou Carlos Silva, vice-presidente do Pólo de Desenvolvimento Turístico do Litoral Alentejano.
“Até há indicações, ainda não muito precisas, de que há um certo deslocamento turístico para o Alentejo Litoral, o que fez com que não se tenha sentido muito a quebra que se terá verificado nalguns outros destinos e sobretudo no Algarve, que é a referência que temos como uma zona onde as coisas terão acontecido menos bem este ano”, acrescentou.
Este crescimento, na opinião do representante do Pólo, poderá estar relacionado “com o aumento da oferta na área do turismo”, mas também com “o crescimento de popularidade do próprio Litoral Alentejano”, bem como de “um conjunto de eventos” nesta zona, que “atrai sistematicamente milhares de visitantes”.
Carlos Silva avançou ainda que há “alterações no destino turístico”, sobretudo na escolha dos vizinhos espanhóis, que podem ter trocado “as suas deslocações a zonas mais longínquas” pelo Litoral Alentejano.
“Haverá certamente um conjunto de factores que têm contribuído para esta ‘não quebra’ e até pequena subida de visitantes nesta altura do ano”, concluiu.
Apesar de o Pólo de Desenvolvimento Turístico do Litoral Alentejano falar em “subida de visitantes”, algumas unidades hoteleiras da região registam taxas de ocupação inferiores ou idênticas às de anos anteriores.
Contactado pela Lusa, o director do hotel Vila Park, situado em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, afirmou ter sentido “uma baixa de seis por cento” na ocupação da unidade hoteleira.
O mês de Agosto “vai ser igual aos anos anteriores”, avançou Avelino Sousa, revelando-se mais preocupado com os meses de Setembro e Outubro, que é quando pensa que “se vai sentir mais a quebra”, que atribui “à crise”.
Já o hotel Sinerama, em Sines, tem mantido a mesma taxa de ocupação de anos anteriores, indicou fonte da unidade hoteleira.
O mesmo acontece no hotel Duna Park, em Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira, assegurou o gerente na unidade hoteleira, Alexandre Perdigão.
“Penso que a afluência esteja praticamente igual. O Duna Park costuma estar praticamente a 100 por cento de ocupação, nos meses de Julho, Agosto e na primeira quinzena de Setembro”, disse, acrescentando que a “quebra” foi sentida “no princípio do ano”.
As taxas de ocupação do Aqualuz Suite Hotel Apartamentos, em Tróia, estão “dentro das previsões efectuadas”, disse a responsavel, Ana Castro, sem adiantar números, lembrando que não é possível ainda “fazer comparações com anos anteriores” por este ser o ano de lançamento do empreendimento, que inclui três unidades hoteleiras, com 298 apartamentos no total.


segunda-feira, 27 de julho de 2009 - 09h21


Posted: 2009-07-27 09:21:00

correio do alentejo



Tags: que  litoral  alentejano  ano  com  este  turístico  não  por  ocupação  quebra  pólo  desenvolvimento  hotel  anteriores  anos  cento  regista  três  tem  
Actualizado em ( Segunda, 27 Julho 2009 10:59 )
 

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.