Terça, 26 Maio 2015 15:03    Versão para impressão
Pescadores de Milfontes enfrentam dias de crise
Avaliação: / 0
FracoBom 

00h00 - terça-feira, 26/05/2015

Pescadores de Milfontes enfrentam dias de crise

O Portinho do Canal, em Vila Nova de Milfontes, entrou em obras de requalificação numa altura em que os pescadores locais se queixam da crise que tem afectado o negócio.
“A pesca está de rastos. Está tudo mais caro, desde artes a combustíveis, e o preço do peixe que vendemos mais barato. Aliás, os pescadores – que são quem mais trabalha – são quem ganha menos. Sempre foi assim, mas agora a diferença é maior”, lamenta José Aroeira, 54 anos, filho e neto de pescadores. 
“O negócio vai muito mal! Há pouco peixe e os compradores também abusam no preço de mercado na lota”, complementa Vítor Gonçalves, de 48.
Fernando Silva, 52, também aponta o dedo ao mercado livre e aos intermediários.
“Enquanto não regularem os preços não temos hipóteses. Mas isso tem de ser o Estado a fazer! Por exemplo, houve um dia em que compraram um peixe a 25 cêntimos que depois estava a 18 euros no mercado. É de loucos, não acha?”
“Compram-nos o peixe barato e depois vão vendê-lo muito mais caro. Já tivemos dias melhores e se não houver mudanças isto da pesca tem os dias contados”, conclui José Carlos Baptista, 47 anos.

jornalsudoeste



Tags: que  pescadores  dias  mais  crise  não  milfontes  peixe  tem  enfrentam  mercado  depois  quem  barato  preço  caro  mas  anos  muito  josé